Ir direto para menu de acessibilidade.
Novo Coronavírus - tire suas dúvidas
Novo Coronavírus - tire suas dúvidas
Início do conteúdo da página

Norma para atendimento humanizado às pessoas em situação de violência sexual é lançada em Brasília

Escrito por Leonardo | | Publicado: Segunda, 28 de Setembro de 2015, 11h34 | Última atualização em Segunda, 28 de Setembro de 2015, 11h55

O atendimento mais humanizado reduz a exposição da pessoa que sofreu a violência, evitando que seja submetida a vários procedimentos

A norma técnica “Atenção Humanizada às Pessoas em Situação de Violência Sexual com Registro de Informações e Coleta de Vestígios” foi lançada na 5ª Edição do Curso Atenção Humanizada às Pessoas em Situação de Violência Sexual com Registro de Informações e Coleta de Vestígios, que acorreu de 22 a 25 de setembro, em Brasília-DF.

Clique e confira as fotos do evento

O documento é resultado de um trabalho construído pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR), em parceria com os Ministérios da Saúde (MS) e da Justiça (MJ), e estabelece diretrizes para o atendimento às vítimas de violência sexual pelos profissionais de segurança pública e da rede de atendimento do SUS, como o registro de informações e a coleta de vestígios de crimes desta natureza, facilitando a responsabilização dos autores da agressão.

Foto: Thiago Castellan/MS

 Representando o Ministério da Saúde estavam Maria Esther Vilela e Sônia Lievori, da Coordenação-Geral de Saúde das Mulheres (SAS); e Marta Maria Silva, da Coordenação-Geral de doenças e Agravos não-Transmissíveis (SVS). 

O evento reuniu 110 profissionais de segurança pública e da área de saúde dos estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo.  

Nas edições anteriores do curso, já tinham sido capacitados 70 trabalhadores da área de segurança pública e 228 da área de saúde do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Roraima, Sergipe, Tocantins.

 

Fim do conteúdo da página