Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

DSEI Rio Tapajós higieniza equipamentos, transportes, insumos e alimentos enviados às aldeias

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Segunda, 18 de Maio de 2020, 10h44 | Última atualização em Quarta, 27 de Maio de 2020, 11h04

Orientações sobre o novo coronavírus (COVID-19) e a campanha de vacinação contra a influenza são ações intensificadas pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), nas aldeias de Minas Gerais e Espírito Santo.

Por meio do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Minas Gerais e Espírito Santo, mais de 16,7 mil indígenas têm atenção básica de saúde em 95 aldeias distribuídas nos dois Estados.  A coordenação do DSEI Minas Gerais e Espírito Santo tem realizado reuniões diárias com o seu Comitê de Crise para a atualização, avaliação e monitoramento das ações e estratégias adotadas no Distrito.

A Etnia Xakriabá tem recebido atenção básica de saúde em várias aldeias do município de São João das Missões (MG). A campanha de vacinação contra a influenza foi antecipada pelo Governo Federal com o objetivo de reduzir os sintomas de gripe, que são similares aos da COVID-19.

O Polo Base Rancharia levou orientações à aldeia Boqueirão sobre o enfrentamento da COVID-19 durante a vacinação contra o vírus influenza. Toda ação foi realizada com o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) fornecidos pelo Governo Federal.

O Polo Base Pindaíba realizou consulta médica local, reunião com a comunidade e lideranças da Aldeia Ólhos D'Água e vacinação. Também fez uma barreira sanitária na estrada que liga a cidade de São João das Missões à aldeia para orientar a população transeunte sobre cuidados, prevenção e isolamento contra a COVID-19.

O Polo Base Sumaré também fez campanha de vacinação na aldeia Vargem e na aldeia Barreiro Preto. Na ocasião, foram feitos testes do pezinho nos domicílios e orientações preventivas para a comunidade sobre a Covid-19.

O Polo Base Itapicurú realizou visitas domiciliares e vacinação na aldeia Santa Cruz. E o Polo Base Brejo Mata Fome auxiliou na distribuição de cestas de alimentos na aldeia Brejo Mata Fome e na aldeia Imbaúbas. A equipes de saúde indígena atuam na higienização das cestas básicas enviadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) para as comunidades em situação de vulnerabilidade, nesse momento da pandemia do novo coronavírus.

As aldeias da etnia Maxakali receberam visitas das equipes multidisciplinares de saúde indígena nos municípios de Ladainha e Teófilo Otoni (MG). O Polo Base Ladainha tem levando informações de enfrentamento à Covid-19 de porta em porta. Em Teófilo Otoni (MG), o Polo Base Topázio distribuiu máscaras de proteção para a população aldeada.

Os indígenas Xukuru Kariri da aldeia Renascer Wakonã, no município de Presidente Olegário (MG), e o povo Kiriri da aldeia Kiriri do Rio Verde, no município de Caldas (MG), também receberam cestas de alimentos da FUNAI com o apoio do DSEI Minas Gerais e Espírito Santo.

O Polo Base Polo Araçuaí levou atendimento básico de saúde à etnia Pankararu nas aldeias dos municípios de Araçuaí e Coronel Murta (MG). E o povo Pataxó da aldeia Gerú-Tucunã recebeu máscaras e álcool em gel da Prefeitura Municipal de Açucena (MG).

No Espírito Santo, o Polo Base Caieiras Velha tem visitado gestantes, crianças e idosos nas aldeias do povo Tupiniquim e Guarani do município de Aracruz. Além de orientações de prevenção contra a Covid-19, a população indígena foi vacinada contra o vírus influenza.

Em Resplendor (ES), o Polo Base Resplendor fez treinamento com a equipe multidisciplinar de saúde indígena na realização de teste rápido para identificação da COVID-19 e na paramentação e desparamentação correta dos equipamentos de proteção individual.

registrado em:
Assunto(s):
Fim do conteúdo da página